Você sabe qual é a diferença entre Ebitda, Lucro Líquido e Nopat?

 

O EBITDA é um indicador financeiro com o objetivo de mostrar o resultado de caixa operacional de uma empresa. Ele é muito utilizado pelas empresas de capital aberto, em operações de fusões e aquisições e pelos analistas de mercado.

A sigla corresponde a “Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization”, ou seja, o lucro antes de se descontar: os juros, que são as despesas financeiras, os impostos (IR e CSLL) e a depreciação e amortização. No Brasil, também é conhecido como LAJIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

O EBITDA não leva em conta os efeitos das despesas financeiras, os impostos e a depreciação e amortização por não serem caixa. Outro aspecto importante para a utilização do EBITDA está na padronização de comparação entre resultados de empresas de países diferentes. Pois, a legislação de tributação sobre a renda é diferente em cada país, então, o EBITDA mostra o resultado do negócio antes de aplicar a tributação sobre a renda e proporciona que cada um aplique a regra do imposto de seu país.

 

Já o conceito de LUCRO LÍQUIDO (LL) é mais objetivo pois é um indicador do resultado contábil final de uma empresa. O lucro líquido já estará subtraído das despesas financeiras, dos impostos sobre a renda e da depreciação e amortização. Desta forma, ele mostrará o que realmente gera uma empresa, já considerando todas suas obrigações.

 

E por fim, o NOPAT, que é um indicador financeiro que representa o lucro operacional de um negócio. A sigla NOPAT corresponde a 'Net Operating Profit After Taxes', ou seja, lucro operacional líquido após os impostos. Desta forma, o NOPAT é a receita líquida menos os custos e despesas operacionais, já incluindo a depreciação e os impostos sobre a renda.

O NOPAT retrata melhor a realidade do resultado de uma empresa do que o EBITDA, pois o NOPAT já subtrai a depreciação. Nas empresas que dependem de máquinas e equipamentos, a depreciação irá considerar o valor econômico necessário para a reposição do bem. Além de também subtrair o imposto sobre a renda, já que se a empresa deu lucro ela certamente não poderá contar com essa parte do resultado.

 

Se você quer saber mais sobre como calcular o EBITDA, LUCRO LÍQUIDO e NOPAT, eu escrevi um e-Book: 'O que todo empresário precisa saber antes de vender uma empresa? Com 10 ações essenciais antes de se vender uma empresa', onde explico os 3 indicadores e detalho como eles são calculados.

Preencha os campos e baixe agora o e-Book:

Prof. Jaziel Pavine de Lima
jaziel@valorebrasil.com.br

Especialista em avaliação de empresas pela FUNDACE USP e FIPECAFI
Professor do curso de Valuation na pós graduação da Estácio, Unisescon e BI Internacional
Founder e diretor na Valore Brasil – Consultoria especializada em valuation, fusões & aquisições e gestão baseada no valor.

[whatsapp]