fbpx

Qual a diferença entre Valor da empresa e o valor para o acionista?

Neste artigo iremos tratar sobre uma dúvida bastante comum entre os empresários em um momento de negociação de quotas de empresas, que é o valor da empresa para o acionista, quanto que o acionista irá receber pela negociação de suas cotas.

É muito comum ouvirmos do empresário durante um processo de venda da empresa, seja parcial ou total: “qual é o valor que eu vou receber ao final da negociação? É o valor da empresa multiplicado pelo percentual de cotas que estou cedendo?

Para responder essa pergunta é importante analisar 2 conceitos:

O valor da empresa (Enterprise Value)

O Valor da empresa para o acionista (Equity Value)

O valor da empresa representa o valor que a operação da empresa gera para o acionista, nele constam todos os ativos operacionais da empresa, como por exemplo o estoque, contas a receber, contas a pagar de fornecedores, tributos a pagar, folha de pagamento, imobilizado que a empresa possui e ativos intangíveis como marca e carteira de clientes.

No momento de um fechamento de negociação de venda de empresa é importante calcular o Valor da Empresa para o Acionista, que é o Valor da Empresa com a inclusão de ativos e passivos financeiros e não operacionais.

Ou seja, o valor da empresa não está somado o Excedente de Caixa e Capital Circulante Líquido nem subtraído as Dívidas Onerosas, como empréstimos, financiamentos e parcelamentos de tributos em atraso. Além disso não está somado ativos e passivos não operacionais, por exemplo se a empresa possui um terreno que não é utilizado na operação.

Dessa forma o Valor da Empresa para o acionista é o valor da empresa subtraído as dívidas onerosas, tributos parcelados e passivos não operacionais e somado o excedente de caixa e Capital Circulante Líquido e ativos não operacionais.

Um item bastante relevante nessa análise é o Excedente de Caixa/ Bancos e Capital Circulante Líquido, esse item é avaliado na data de assinatura do contrato de compra e venda, e avalia se existe um excedente de caixa e bancos na empresa que pode ser distribuído ao acionista, para calcular esse índice é necessário avaliar o saldo em caixa e bancos e se a empresa mantém o padrão de contas a receber, contas a pagar e estoque conforme a normalidade da operação, de maneira que quem assumir a empresa tenha saldo de caixa e projeção de recebimentos, estoque e pagamentos equilibrados para a normalidade da empresa. Esse excedente inclusive pode se tornar falta, caso a empresa na data de negociação apresente um contas a receber, estoque e caixa insuficientes para cobertura dos gastos.

Toda essa análise tem que estar vinculado ao próprio cálculo do Valor da Empresa e de como foram considerados esses itens durante a avaliação da empresa.

Além disso é importante destacar que sobre o Valor a ser recebido pelo acionista por uma negociação de empresa existem tributos a serem recolhidos que vão impactar no valor final recebido pelo acionista.

Logo é importante ter clareza e transparência durante toda a negociação e uma equipe com conhecimento técnico para dar toda segurança para que todos os aspectos referentes ao valor da empresa e valor para o acionista sejam corretamente considerados.

Somos uma consultoria especializada em Avaliação de Empresas.

Tem mais alguma dica ou tem alguma dúvida, entre em contato comigo pelo e-mail diego@valorebrasil.com.br

Baixe Grátis nosso e-book

O que todo empresário precisa saber antes de vender uma empresa?

Surgiu a oportunidade de vender uma empresa? Vai com calma…

Saiba quais são as 10 ações essenciais que devem ser tomadas antes de vender uma empresa.

 

Quer saber mais?

Acesse outros materiais relacionados a fusões e aquisições de empresas através dos nossos artigos e vídeos gratuitos, disponíveis em nosso canal do YouTube.

Veja mais conteúdo em vídeo

Open chat